Salamanca e Simancas – Espanha

Estivemos aqui por um dia, vindo de Valladolid, em dez/15.

DSCN1440

Salamanca: torres da Catedral

Simancas é uma cidadezinha no caminho pra Salamanca, a 7 km de Valladolid. Como fomos de excursão da escola, demos uma paradinha lá pra um tour guiado (tem que agendar antes no e-mail: ags@mecd.es) no castelo que abriga simplesmente, e com todo cuidado, o arquivo histórico espanhol com documentação desde os Reis Católicos! Se você estiver de carro, vale a passagem.

12033239

O arquivo foi iniciado por Carlos V e finalizado por seu filho Felipe II e guarda documentos dos séculos XV ao XIX. Parece a biblioteca do Harry Potter! Antes castelo, o projeto de 1.572 do prédio para o arquivo é do arquiteto do Rei Felipe II, Juan de Herrera.

12033236

Se quiser saber mais sobre este arquivo: http://www.revistadehistoria.com.br/secao/em-dia/um-castelo-e-seus-tesouros

Outra opção é conhecer a cidade de Tordesillas, onde foi assinado o famoso tratado de mesmo nome e lá se encontra tal documento.

O que dizer de Salamanca? Simplesmente uma das cidades mais lindas que já conheci. Talvez o tempo tenha dado ainda mais brilho ao local. Fazia um dia ensolarado de céu azul! Fomos de excursão da escola, somente 5 alunas e a professora Ana, que é historiadora, como guia.

Visitamos o casco antiguo, que é todo patrimônio da humanidade, Catedral Nova e Velha, Parque do Amor, Clerecía, Universidad, Cielo de Salamanca com os signos do Zodíaco, Casa de las Conchas e Plaza Mayor.

20151203_093612

Colegas do curso e nuestra profe em frente à Catedral

Cidade universitária e turística, declarada também Ciudad Europea de la Cultura, tem a universidade mais antiga da Espanha, a Universidad de Salamanca.

20151203_104207

Homenagem a Nebrija, autor da primeira gramática castellana, publicada em 1492, deu aulas na Universidade de Salamanca.

      DSCN1367 DSCN1366

DSCN1385E reza a lenda da cidade universitária que para aprovar nos exames, o estudante tem que enxergar uma rã, la rana, no portal da Universidade.

20151203_104435-1

Tentando encontrar a bendita

DSCN1377  DSCN1376

Aqui vai um zoom da Aninha na rã, pousada em um dos crânios:

DSCN1378

Parque do Amor: um parque gradeado bem pequenininho, arborizado, com a estátua da La Celestina, ‘cupido’ em espanhol, palavra inspirada na senhora que uniu o casal da tragicomédia Calisto e Melibea, do século XV.

12033249

                          20151203_094107 DSCN1359

[Estátua da Celestina à esquerda]

A Catedral Nueva foi recentemente restaurada:

         DSCN1375 DSCN1374

12033256

                       DSCN1373        DSCN1370

Para marcar as diferenças na restauração, esculpiram um astronauta na fachada (detalhe).

DSCN1369

A catedral é antiga, mas o astronauta é novo!

Catedral Vieja:

DSCN1343

DSCN1344 DSCN1353 20151203_094323Subimos na Clerecía, uma escadinha estreita que chega na torre com vista pra cidade.

         20151203_133606 20151203_133548

                DSCN1404 20151203_133209

E também subimos nas Torres da Catedral (nova e velha, elas se conectam lá em cima). Tem que ir,  se tiver que escolher entre subir numa das duas, venha pra cá, olha que lugar!

DSCN1434

Eu e Aninha

DSCN1436

                     DSCN1418 DSCN1417

DSCN1424

A Plaza Mayor de Salamanca, em estilo barroco, é grande e estonteante! Tem 88 arcos e em cada um o busto de algum célebre personagem como Cervantes, por exemplo, e até do ditador Franco, que está tapada. Realmente nem deveria estar ali! A praça é o centro da vida da cidade e lugar de encontro. A prefeitura fica aqui.

DSCN1392

DSCN1389

DSCN1391

DSCN1393

          20151203_125213

E mais: Plaza del Corrillo, Calle Meléndez e Calle Compañía, onde está a Casa de las Conchas (abaixo), antigo palácio em estilo gótico, hoje abriga uma biblioteca.

DSCN1394 DSCN1398

DSCN1384 DSCN1383

Os monumentos em Salamanca se caracterizam pela cor dourada, devido à pedra usada de matéria prima nas construções oriunda de Villamayor. Veja outros edifícios:

DSCN1335

        DSCN1341 DSCN1339

DSCN1362

DSCN1371

Sangue de touro usado antigamente para escrever homenagens, como nomes de alunos formados

DSCN1342

20151203_103244

Escola de tradução e estudos da tradução

Onde comer:

Restaurante Bar Isidro (Calle del Pozo Amarillo, 19): almoçamos muito bem um menu de €12, daqueles com entrada, prato principal, sobremesa e bebida.

Café Novelty (Plaza Mayor): é a cafeteria mais antiga da cidade.

Este roteiro faz parte de Espanha 15 dias: Valladolid (12 noites) + bate-e-volta para Ávila, Salamanca, Simancas e Segóvia e Madrid (1 noite)

 *todas as fotos são de nossa autoria.

Esta entrada foi publicada em Espanha e marcada com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *