Estátuas – Clarice Lispector – Leme/RJ

“Para te morder e para soprar afim de que eu não te doa demais, meu amor, já que tenho que te doer…”              (Trecho do conto “Os desastres de Sofia”, de C. L)

Não sei você, mas sou apaixonada por literatura. E como pessoa inquieta que sou, adoro ler e reler tudo que a escritora nascida na Ucrânia e naturalizada brasileira, Clarice Lispector, escreveu.

Eu estava prestes a parir, o bebê já encaixado na pelve, quando a estátua dela foi inaugurada aqui no Rio. Tive que ir lá, tamanha curiosidade e paixão. A vontade de vê-la me falava ao coração.

Imortalizada em bronze, a réplica da minha musa foi esculpida com primor (e no amor!) por Edgar Duvivier. Inaugurada em 15/05/16, 15 dias antes do meu filho nascer, é a única personagem feminina entre as 23 estátuas espalhadas pela cidade maravilhosa.

A mulher de coração selvagem, elegante, enigmática e aflita, se formou em Direito e casou-se com um diplomata. Escrevia enquanto rodava o mundo acompanhando o marido e terminou por fixar raízes no bairro carioca do Leme. Lá está ela sentadinha numa mureta acompanhada do cão Ulisses enfeitando a Pedra do Leme.

Clarice, a mulher rica que chorava estendida em tapetes persa, mulher voluptuosa que se perfumava toda para escrever de alma inquieta e água viva queimando na pele. Aquela que estava se sentindo a mãe de Deus até deparar-se com um rato morto numa rua de Copacabana ou que terminou por comer uma barata após tanto terror diante do asqueroso bicho. A menina que amava os livros, as palavras, desassossegada Clarice, uma das mais importantes autoras brasileiras do século XX.

Deslumbramento à parte, estas estátuas de bronze são arte popular. Há quem goste e desgoste, há controvérsias, há quem diga que a prefeitura gasta muito com isso e não tem critério ou que outras obras precisariam ser expostas. Porém cá pra nós: estas peças criam enorme interação com o público.  E que o Leme ficou ainda mais bonito, ah, se!

 

Esta entrada foi publicada em Brasil e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *