Colômbia: uma introdução

20150828_101855

Castillo San Felipe de Barajas, em Cartagena de Indias

Fizemos um roteiro de 10 dias na Colômbia em ago-set/15:

Rio → Cartagena (4 noites) →  Medellín (3 noites) Bogotá (3 noites) → Rio

Café del Mar, em Cartagena. Brisa e drinks!

A vontade era incluir San Andrés aí nesta rota, mas só tínhamos 10 dias de férias. Tem voo direto de Bogotá pra lá, então eu tiraria uma noite de Cartagena e encaixaria mais três noites em San Andrés. Daí meu roteiro ideal ficaria assim, com 3 noites e 3 dias inteiros em cada cidade: Rio→ San Andrés→ Cartagena→ Medellín→ Bogotá→ Rio. Porém, como disse o André, não seria correto eu indicar San Andrés se não conheço, mas pelo que leio por aí, parece que a ilha é um chuchu!

Não há voos diretos para Cartagena ou San Andrés, você tem que fazer escala em Bogotá. De  Cartagena a Medellín e Medellín a Bogotá são voos diretos. Nosso voo de volta pro Rio era direto, via Avianca. Somente o trecho Medellín-Bogotá fizemos de LAN. Quando soube que queria ir pra Colômbia, comecei a aguardar as promoções do Melhores Destinos e quando veio, bingo!, tiramos as passagens.

IMG_1933

Mar do Caribe: praia há uma hora de lancha de Cartagena. Só assim pra fugir do calor caso não tenha piscina no seu hotel!

Temperatura: Não choveu nenhum dia durante nossa estada, sorte! Tivemos que levar mala para 3 climas, rs. Cartagena, calor extremo e úmido, média de 37º. Castigante, por isso o ideal, e não é frescura, acredite, seria reservar um hotel com piscina. Dizem que em outubro e fim de ano, Reveillon, tem mais brisa. Medellín é a cidade da eterna primavera, clima agradável, calorzinho ótimo, média de 27º nessa época que fomos. E Bogotá, por estar no alto, tem média anual de 15º. É importante, durante o dia, sempre ter um casaquinho à mão pra quando o sol sumir ou tiver vento. Fez frio às noites, agasalhe-se.

¡Colombia es chévere! (em português, gíria local pra legal) Ficamos encantados com o país: a gentileza dos colombianos, a comida boa, a organização dos passeios e a qualidade do atendimento nos postos de informações turísticas e  principalmente, a segurança!

IMG_4634

“La muerte de Escobar”, quadro de Botero no Museu Botero, em Bogotá.

Falando nisso, Fernando Botero, o grande artista que pinta e faz esculturas volumosas, é paisa, ou seja, nativo de Medellín e hoje está com 83 anos.

NEWS20120419022817

http://9anotarde2015.blogspot.com.br/2015/05/fernando-botero-vitoria-costa-9ano-c.html

 IMG_2247 IMG_2254

[Esculturas de sua autoria na Plaza Botero e Museu de Antioquia ao fundo, em Medellín]

IMG_1828

Também dele, “La Mujer Reclinada”, na Plaza Santo Domingo, em Cartagena

Outro querido e conhecido colombiano, de quem sou fã, é o escritor ganhador do prêmio Nobel, Gabriel García Márquez. Caso se interesse, pode ler antes de ir a autobiografia dele, “Viver para Contá-la”, ou algum de seus famosos romances, “Cem Anos de Solidão”, “O Amor nos Tempos do Cólera”, “De Amor e Outros Demônios”, etc. É interessante porque a maioria das histórias se passam em Cartagena, onde ele viveu alguma parte de sua vida.

20150831_082103 20150830_093245[Gabriel e sua casa em Cartagena de Indias]

Visto: não é necessário visto (se você não for ficar por mais de 180 dias) nem vacinas, mas vacinamos contra febre amarela, just in case, é grátis e indolor e a vacina tem validade de 10 anos. Por ser país de fronteira com o Brasil, você poderia viajar somente com RG (lembrando que o documento deve estar em bom estado e você reconhecível na foto). Porém, viajando de ônibus (que na Colômbia chama-se “buceta”) num bate-e-volta pra um pueblo perto de Medellín, o policial, numa inspeção de rotina na estrada, exigiu meu passaporte e eu só tinha o RG. Ele disse que não podia, que eu deveria estar portando meu passaporte, mas que ia me deixar passar. Nem discuti, só agradeci, porque ele foi muito gentil. Consulte a página do Consulado aqui.

Câmbio: a moeda é o peso colombiano e a cotação estava R$1 = 836 COP quando estivemos no país. É melhor levar dólar do que real pra trocar lá. Infelizmente não tenho uma casa de câmbio ou banco para indicar, mas a melhor cotação que vimos foi no embarque do aeroporto de Bogotá.

Gastos $$$: Tivemos uma média de gasto diário de U$120 (valor total casal) + R $1.100 (pra cada) dos voos, todos os trechos, preço promocional! + aprox. R$3.500 de hotel, lembrando que ficamos muito bem hospedados nas três cidades. Cartagena é a mais cara.

Comida: meu primo, que é casado com uma colombiana, fez uma ótima comparação. Ele disse que a comida colombiana parece com a mineira. Fato! Comida deliciosa para todos os gostos, muita carne e muito peixe, caldos, sopas, verduras. E consomem muita fruta e chás (de coca, agua de panela, que é chá de cana-de-açúcar, etc). Sucos maravilhosos de fruta fresca, como de amora, lulo (foto à esq.) e tomate de árbol (foto à dir.), por exemplo:

                     

20150906_132644

Entradinha de frutas cortesia num restaurante em Bogotá: physalis, coco, uva e manga.

Gorjeta: 8% opcional. Lá se chama “servicio”, diferente do espanhol da Espanha que gorjeta é “propina”. Eles perguntam se é pra incluir “el servicio” antes de fechar a conta. Claro que sempre demos, já que fomos muito bem atendidos em todas as ocasiões. Eles também perguntam antes de fechar se você vai pagar em dinheiro (efectivo) ou cartão (tarjeta).

Táxi: há uma informalidade no serviço de táxis. Mesmo se tiver taxímetro, pergunte antes quanto mais ou menos ficará o valor da corrida. A Colômbia é segura, mas há taxistas malandros, como em qualquer país de terceiro mundo. 🙁 Tivemos um caso em cada cidade, no geral, fomos bem atendidos.

20150904_145757 IMG_2708[Plaza Bolívar e estação de trem a vapor em Bogotá]

IMG_4591

Em Guatapé, pueblo de zócalos: bate-e-volta de Medellín

20150902_151247

Represa de Guatapé

20150902_151028

El Peñol, espécie de pedra-mirante!

IMG_1999 20150828_115631[Cartagena]

IMG_2161 20150901_132651

[Metrocable em Medellín e Parque Explora]

IMG_2319 20150901_101459-1~2

[Arquitetura em Medellín: Edificio Teleantioquia e Biblioteca Espanha]

Souvernirs: o café colombiano é famoso, mas é mais suave do que o brasileiro. Trouxe pacotinhos de café de presente pra todo mundo que gosta de café. Nas lojas Juan Valdez também são vendidas balinhas de caramelo com café. O café é vendido em pó ou em grãos, e mesmo o em grãos pode ser moído na hora pra você levar. Até vela de grãos de café é vendida por lá.

E as bolsas Wayuu são a marca da Colômbia. Confeccionadas por comunidades indígenas são 100% feitas a mão. Principalmente em Cartagena, onde tirei a foto abaixo, você praticamente não vai ver uma mulher sem uma a tiracolo.

paola-1

https://wuayuuprincessdesign.wordpress.com/

WayuuBag6

https://naotemquemdiga.wordpress.com/2011/05/25/wish-list-2/

A seguir publicarei um post sobre cada cidade. Anotei tudinho para compartilhar com vocês, aguardem!

IMG_2493Ouça “Tuyo”, de Rodrigo Amarante, trilha sonora da abertura da série “Narcos”.

Leia este artigo sobre arquitetura de Medellín aqui! Gostei muito.

*todas as fotos de nossa autoria, exceto as com créditos.
Esta entrada foi publicada em Colômbia e marcada com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *