Buenos Aires: onde comer, beber e se divertir

 Este post faz parte de Buenos Aires: o que fazer

Cafés

Em minha última estada aqui, em jun/17, fiquei em Palermo Soho e como em toda viagem, apesar de você levar indicações de restaurantes, acaba tendo boas surpresas em suas andanças, como o Lobo Café, apenas um café, mas mais bonito ainda nas mesinhas lá fora num dia lindo de sol.

Lobo Café (Honduras, 4730): Em Palermo Soho. Um encanto de lugar! Tem doces em fatias abundantes. Tem que dividir! Sente lá fora no solzinho e aproveite a vida! Tem em Puerto Madero também.

 

 

Proa (Av. Don Pedro Mendonza, 1929), em La Boca, no Caminito. Bem tradicional, cafeteria no terraço com visual bonito. Não fui, mas me indicou uma porteña.

Café Oui Oui (Nicarágua, 6099): brunch e doces. Em Palermo.

La Biela: café tradicional na Recoleta. Rola um bate papo com Borges e Cortázar. E pros fãs de literatura, quem sabe até pular amarelinha? rs

Café La Biela

Tobas Café (Av. Pres. Roque Sáenz Peña 616): no Centro, próx. Estação de metrô Catedral. Capuccino 60P$, empanadas deliciosas 28P$. Bem tradicional, frequentado por locais. Também tem pratos a la carte.

Na mesma rua uma lojinha de frutas secas desidratadas, adoro! Ricas Frutas Desecadas. Vários sabores: pomelo (grapefruit), gengibre, arándonos (frutas vermelhas), tâmaras, quinioto e sabores triviais como maçã, manga, laranja… Vendem também castanhas e temperos. Bom pra sair pela rua beliscando.

Restaurantes

Vivencie uma experiência porteña comendo um choripán nos carrinhos da Costanera. Em Puerto Madero tem.

Lá também tem Cabaña Las Lilas. É caro, mas vale a pena! Beba cerveja Quilmes siempre! Fui em 2010 lá e a experiência foi dos deuses. Talvez hoje o preço esteja inacessível, ¡ Díos mío! Se quiser algo mais em conta e de bom nível também, tem o Happening. Fuja do “Siga la vaca” ouvi dizer que só dá brasileiro. Aí você vai dizer: e você é o quê? koakkkk

Em San Telmo, adoro o Desnivel (Defensa 855), lê-se “Dêsnibél´”, bem tradicional e em conta! Por lá tem também o La Rosalia (Estados Unidos 482), bonito e agradável! E pra jantar num pequeno italiano charmoso e gostoso chamado Amici Mio (Defensa 1072). É uma portinha com uma escada subindo na rua da feira. Estes dois últimos fui em 2010 e 2011, é bom checar.

Em Palermo:

La Cabrera (Cabrera, 5099): aquela carne que você corta com a colher de tão derretendo, macia, suculenta, perfeita! Acompanhamentos muito saborosos também. Lugar delicioso e aconchegante, atendimento super cordial. Soberbo, daqueles lugares MUST GO!

Chori (Thames 1653): Informal, mesas grandes de madeira compartilhada por todos. Achei bem interessante. Público jovem. Indicação de uma funcionária do hostel.

Sipan (Uriarte, 1648)– requintado e coladinho no nosso hostel, cozinha peruana.

Cantina Sunae (Humboldt, 1626): cozinha asiática maravilhosa

Aliás, nessa rua de Palermo Hollywood, tem vários restaurantes, La Pescadorita, Trapiche e night animada, pega fogo.

La Pescadorita com o sereio na porta (Foto:http://palermotour.com.ar/tourdenoticias/?p=48739)

Saindo de Palermo: Próximo ao Malba, Boulevard Cerviño: lindo, chique e com comidinhas boas. Voulez Bar e italiano ao lado. Restaurante do Museo Evita (Juan María Gutiérrez, 3926), lindo! Tb próximo ao Malba.

Essas três dicas acima são de uma linda porteña que conheci no aeroporto, mas não consegui testar, não deu tempo!

El San Juanino, na Recoleta, típicas empanadas por 23 P$ e a la carte também: milanesas, lentejas, tamale! Me lembrou muito o Cervantes do Rio.

Sanjuanino e vino sempre!

Bem ao lado, tem o Fervor (Posadas, 1519), mais arrumado, carnes, peixes e frutos do mar.

Casa de las Milanesas, me pareceu bem tradicional, passei a caminho do Ateneo.

El Filo (San Martín, 975): fui 2x, em 2010 e 20111 e gostei demais. Pra jantar, irreverente, divertido, interessante e ainda, comida gostosa.

La Malbequería: restaurante e vinho em Palermo. E pra quem gosta de Malbec então! Veja este post do Aquí me quedo.

Vinoteca Autre Monde: vinhos e degustação (cata de vino) – ver horários

Dadá: um bistrô super gostoso (San martín 941). El Obrero (Agustín R. Caffarena 64) e Il matriolo (massas) – ambos em La Boca. Lelé de Troya (Costa Rica 4901): cozinha mediterrânea com decoração super cool em Palermo. Brazas argentinas (Alicia Moreau de Justo 1108) e Parcela brasas – ambos em Puerto Madero. Comida indiana: Mumbai, em Palermo (Honduras 5684). Gran Bar Danzon é um bar mais sofisticado, com opção de experimentar por taça dezenas de vinhos argentinos. Cozinha peruana: Chef Iusef (Malabia 1378). Há uma oferta enorme de restaurantes bons e baratos, sem muita sofisticação, mas que valem muito a pena. Uma pedida excelente é o ceviche misto do Status (Virrey Ceballos, 178) que fica na região do Congresso. Outro peruano bacana é o Contigo Peru (Echeverria, 1627) fica um pouco mais afastado, em Belgrano, e tem uma pegada mais turística, mas a comida é boa. Fica no bairro chinês de Buenos Aires, logo atrás da linha do trem. Árabe: Sarkis (Thames, 1101 – Villa Crespo). Hamburgers: Café Vinilo (Gorriti 3780) em Palermo. Casa Sur (Av. Callao 1823) – Recoleta. Japa com vista incrível: Akira Sushi (Av. Corrientes 222 – 20º andar).

Milongas

La Viruta (sábado a partir das 4h da manhã!); El Boliche de Roberto; Maldita Milonga, em San Telmo, ver quais dias tem. Fui em show ao vivo lá enquanto os casais dançavam e o casal de professores dava um show de tango. Experiência única!

Baladas

Honduras com Juan B. Justo: Kika, Rosebar

Jazz e vinho: Thelonius Bar

Jazz & Pop (Paraná 340) no microcentro.

Bares

Franks: porta fechada, ver senha na internet.

Isabel, em Palermo Soho. Também de porta fechada. Lugar descolado, bonito, música de qualidade. 3 pratos no cardápio e saladas.

Veja aqui guia bairro a bairro do Ricardo Freire, meu ídolo viajante, de onde comer em Bs As!

E de brinde pra vocês, deixo um glossário de carnes, apesar de a maioria dos cardápios ter versão em inglês e de alguns garçons falarem português, rs!

Bife de chorizo: contrafilé (traseira)
Bife ancho: parte mais macia do contrafilé (dianteira)
Ojo de bife: miolo do contrafilé
Bife de lomo: filé mignon
Asado de tira: costela cortada fininha como bife
Asado ou Tira de asado: costela na grelha
Vacío: fraldinha
Tapa de cuadril/picaña: picanha
Bolo de lomo: patinho (usado nas milanesas)
Cuadril: alcatra
Corazón de cuadril: miolo da alcatra
Colita: maminha
Ponto da carne:
Jugoso: mal passado
A punto: ao ponto
Bien hecha/Bien cocida: bem passada

Tin tin!

*todas as fotos são de nossa autoria, exceto as com créditos.

Esta entrada foi publicada em Argentina e marcada com a tag , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *